Pesquise este blog

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

cravo



rubro distendido
entre meu dente
e palato

entardece-me

5 comentários:

Katrina disse...

sabores

Colecionadora de Silêncios disse...

Olá, Fernando.

Cheguei ao seu blogue não sei como, mas o importante foi que cheguei e pude conhecer a sua forma única de se expressar, por meio da poesia. AMEI!

Fiquei aqui por muito tempo lendo seus poemas e cada um mais belo que o outro. Parabéns!

Sigo-te, para não perder o caminho de volta.

Abraço :)

Marinha disse...

Belo blog! Parabéns!
Bjo

Lídia Borges disse...

Uma escrita incisiva e cativante.


Obrigada!

L.B.

Larissa Marques disse...

grata a todos que comentaram...