Pesquise este blog

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

refletida


eu...

teimo no lado errado, tão certo
no traço torto, tão reto
numa angústia que anseia
sua mão e agrado

sentir de novo
o peito arfante
a falta de fôlego
e tudo emergido no silêncio
a quietude  assustadora

eu...

perdida, querido
como estive por vezes e vezes
trocando-me por moeda fraca
amor por amor
ilusão por ilusão

uma vida ou dez
por qualquer toque
por qualquer noite
por um beijo 
e que seja seu

Um comentário:

Manoel Carlos Alves disse...

Passei, vi, li e gostei muto deste blog. Aguardo uma visita sua em meu blog... http://inkdesignerstampas.blogspot.com